Eventos 2018

No âmbito do Dia Internacional dos Museus, a  Associação Xarabanda através de Rui Camacho e Roberto Moniz, participaram no Seminário  sobre Património Cultural Imaterial “Memórias de um povo”  com a comunicação” Património Musical Madeirense” de Tradição Popular “,  realizado no Cento de Estudos de História do Atlântico no dia 18 de Maio de 2018.

Fotografias de João Viveirosestudos

Dia internacional de Histórias de Vida, no dia 16 de Maio de 2018 no Centro de Estudos do Atlântico. “Memória das Memórias do Porto Santo”. “Terra Amiga – Memórias e Vivências”.

No âmbito do Projeto “Memórias das Gentes que fazem a História”, o Centro de Estudos de História do Atlântico  (CEHA) Comemorou o Dia Internacional das Histórias de Vida, no dia 16 de maio, uma mesa-redonda dedicada às memórias da Ilha do Porto Santo.

A Associação Xarabanda marcou presença através de Rui Camacho que partilhou histórias e experiências, na primeira pessoa, numa conversa sobre o trabalho de recolha  publicado na Xarabanda Revista nº 6, 1994 e nº 14 de 2003, o Porto Santo.

O evento contou, ainda, com a participação de João Viveiros (viola de arame) e Lídia Araújo (Braguinha) que interpretaram a “Cantiga do Ladrão”.32556538_1924131647619294_3151526343288553472_n

Associação Xarabanda através de Rui Camacho, Joao Viveiros, Tozé Cardoso e Lídia Araújo apresentaram comunicação sobre a Recolha, Sistematização e Classificação da Música Tradicional Madeirense, na Escola Básica do 2º e 3º Ciclo de S. Jorge, no âmbito do projeto Semana da Escola 2017/18  “Memórias de um Povo”, Património Cultural Imaterial da Madeira no dia 15 de Maio de 2018.

Fotografias de Rui Camachoescola

Atuação do grupo “VÉRTICE – em legítima defesa da poesia insular” na Escola EB123/PE do Curral das Freiras  no âmbito do projeto Cultura Madeirense, da disciplina Literatura Madeirense. Atividade dinamizada pela Profª Lídia Araújo  no dia 14 de Maio de 2018.

“A poesia madeirense adquire mais beleza com a sonoridade dos instrumentos que interpretam as melodias compostas por Toze Cardoso, com a voz quente e envolvente de António Plácido, com a diversidade de ritmos na percussão executados por Rui Camacho, com o Fliscorne de Sérgio Couto.

Um agradecimento especial a Beto Madeira que nos proporcionou um bom som.”

Lídia Araújovertice

10º Aniversário do Lar S. Francisco – Centro Dia com animação musical de um grupo de elementos da Associação Xarabanda no dia 10 maio de 2018.
DSC05439 - 10-5-2018

Franco & Cordofones Tradicionais Madeirenses | Fica na Cidade 2018 no palco da Zona Velha – Funchal no dia 09 de Maio de 2018.

Fotografias de Rui Camacho e Catarina Nunesfranco fica na cidade

Varejenta | Fica na Cidade 2018 na Rua da Carreira – Funchal no dia 05 de Maio de 2018.

Fotografias de Rui Camacho e Catarina Nunesvarejenta fica na cidade

A turma 7 do 8.º ano da EB123/PE Bartolomeu Perestrelo visitou a nossa Associação no  dia 04 de Maio de 2018, onde tiveram a oportunidade de conhecer a Sede/Museu e o Estúdio de gravação. Esta visita foi no âmbito da disciplina de Física onde os alunos estão a trabalhar os conteúdos do “Som”. 

Esta sessão foi orientada por Roberto Moniz e Beto Madeira (técnico de som), Com a colaboração dos alunos: Carlos Baptista e Leonor Gonçalves.

Fotografias de Rui Camacho
gravação

Quarteto Moritz | Fica na Cidade 2018 na Praça Amarela – Funchal no dia 03 de Maio de 2018.

Fotografias de Rui CamachoQuarteto ficanacidade

A Escola EB. 1º e 2º “Dr. Alfredo Ferreira Nóbrega Júnior” realizou uma ação sobre o repentismo – despique coordenada pelos Prof. Humberto Pedras e Gabriela Rodrigues, no dia 03 de Maio de 2018, que envolveu 5 Professores, 6 Alunos e 2 Funcionários e com a colaboração do Professor Roberto Moniz da Associação Xarabanda. Esta atividade foi gravada para o programa da RTP – Madeira “Casa das Artes”

Fotografias de Rui CamachoDespique

A Associação esteve presente  na “Feira de Turismo” com uma banca/stand  com edições Xarabanda e uma atuação da Orquestra de Ponteado, na Escola Profissional Dr. Francisco Fernandes no dia 24 de Abril de 2018.

Este evento foi organizado pelos formandos do Curso de Educação e Formação de Adultos – Técnico de Informação e Animação Turística (TIAT) promovido pelo Instituto para a Qualificação IP-RAM/Escola Profissional Dr. Francisco Fernandes.

Fotografias de Rui Camachofeira do turismo

III SEMANA CULTURAL DA PONTA DELGADA, realizada pela casa do Povo da Ponta Delgada dedicado ao tema  Património Cultural Imaterial | tema apresentado: Classificação da Música Tradicional Madeirense, no dia 20 de Abril de 2018.

Fotografias de Rui Camachopd

Grupo Orquestra de Ponteado | 3.ª Edição PoPular – INATEL na Rua no Funchal, no Largo do Chafariz no dia 20 de Abril de 2018.

Fotografias Catarina Nunesop popular

Aula de Acústica do Som, por Roberto Moniz, na Escola Básica do 2.º e 3.º Ciclos Bartolomeu Perestrelo, realizada no dia 09 de Abril de 2018.
acustica do som
Ensaio do grupo VÉRTICE, com Sérgio Couto ( fliscorne  ) Judit Vig ( piano) Tozé Cardoso,
(compositor, e rajão e voz) no dia 11 de Abril de 2018 na sede da Associação Xarabanda.

 

Fotografia de Rui Camacho
DSC04018 - ensaio do V+®rtice,com S+®rgio Couto, Judit piano, Toz+® voz e raj+úo, por rui camacho11-4-2018
Trabalho de campo |  recolha de contos e outras histórias, no Curral das Freiras.
Participaram nesta atividade: Rui Camacho, Lídia Araújo, Helena Camacho e Mariana Camacho. Projeto de recolha, sistematização e classificação de contos da tradição oral madeirense.

 

Fotografia de Rui Camacho
DSC03984 - recolha no Curral das Freiras, comAnt+¦nioo Camachoe Anacleto Camacho por L+¡dia Ara+¦jo e Rui

Visita de Herman Vandecauter à sede da Associação Xarabanda no dia 06 de Abril de 2018

Fotografia de Rui Camacho
thumbnail_DSC03997 -Herman Vandecauter 6-4-2018 ruicamcho

“A Madeira vai fazer parte de uma Associação Nacional dedicada ao estudo dos cantares de improviso. A ideia surgiu no âmbito de uma investigação que está a ser feita pelo cantor e improvisador Augusto Canário, para uma tese de doutoramento. O objetivo é sistematizar tudo o que existe ou existiu a nível nacional, incluindo a Madeira e os Açores, e com base nesses estudos promover uma candidatura dos cantares de improviso a património cultural imaterial da Humanidade. A ligação com a Madeira está a ser feita através da Associação Xarabanda, que acaba de reunir os improvisadores da região, para um primeiro contacto com Augusto Canário. Roberto Moniz, da Associação Xarabanda e Juan Oliveira Tocador de Concertina e repentista, são os responsáveis pelo desenvolvimento do projeto na região. Algumas fotos dos eventos realizados nos passados dias 24, 25 e 26 de Março de 2018, onde Augusto Canário se inteirou da situação atual na nossa Região.”agstcaugtscan2augstcnr3

Visita do cantador ao desafio Augusto Canário  |  repentista português, natural de Viana do Castelo no dia 26 de Março de 2018 à sede da Associação Xarabanda.

Fotografias de Rui Camachoac

Entrevista a Lídia Araújo e Rui Camacho no Programa Atlântida | RTP-Madeira no dia 24 de Março de 2018.

Fotografias de Rui Camacho e Marcoatlantida

Conferência de Vítor Sardinha sobre o tema “VIOLA DE ARAME – PRÁTICAS E CONTEXTOS”, baseada no seu mais recente trabalho de investigação, publicado em livro pela Editora Madeirense, no dia 24 de Março de 2018 na Sede da Associação Musical e Cultural Xarabanda.

Fotografias de Rui Camachovs

Visita de estudo de alunos da UMA do Curso de Ciências de Educação da Professora  Natalina Santos e alunos da Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos do Caniço | entrevista com Rui Camacho sobre o projeto da Associação  Musical e Cultural Xarabanda e o Património Cultural Madeirense, no dia 22 de Março de 2018 na Sede da Associação.

Fotografias de Rui Camachovisit

Tertúlia de Cantigas Tradicionais – evento promovido pela contadora de histórias, Sofia Maul no dia 19 de Março de 2018 na Sede da Associação Musical e Cultural Xarabanda.

Fotografias de Rui Camacho28828512_10156127971172429_2749880105694597898_o

Inserido na Semana das Artes | “Cordofones no Séc. XXI’ – Palestra e demonstração prática de Cordofones Madeirenses na Escola Básica e Secundária Dona Lucinda Andrade – São Vicente no dia 08 de Março de 2018.

Com Roberto Moniz e Lara Nunes | Machete, Rajão e Viola de Arame.ssv

Concerto de Música Tradicional | 40 Anos – Sindicato dos Professores da Madeira no Fórum de Machico no dia 06 de Março de 2018.

Fotografias de Catarina NunesFórum de machico

Música nas Capelas | “Ra” O Rei “Jão” – Concerto na Capela São Sebastião Ponta de Sol no dia 04 de Março de 2018.

Grupo: Lara Nunes | Rajão, Diogo Camacho | Rajão, Afonso Alves | Rajão, Laura Alves | Viola de Arame, Beatriz Morais | Voz, Roberto Moniz | Rajão e Viola, Ricardo Correia | Ukelele Baixo e Salvador França | Cajon.

Fotografias de Catarina Nunesmusica nas capelas

Música nos Museus | Atuação do Grupo Xarabanda no Museu  Henrique e Francisco Franco no dia 23 de Fevereiro de 2018

Grupo: Roberto Moniz | Braguinha, Rajão, Viola d’Arame e Voz; Roberto Moritz |Braguinha,   Viola d’Arame e coros; Maria João Caíres | Voz; Slobodan Sarcevic | Acordeão; Carlos Figueira | Viola Baixo e Duarte Salgado | Percussão.

Fotografias de Rui Camachomusica nos museus

20 Anos – Música Na Madeira na  FNAC-Madeira no dia 18 de Fevereiro de 2018.
Duarte Rebolo, Franco, Álvaro Florença, João Mendonça e Vânia Fernandes com Roberto Moniz | Machete, Lara Soares | Machete, Lara Nunes | Rajão, Isabel Encarnação | Viola, Luís França e Salvador França | Percussão, Vitor Filipe | Viola de Arame, Betariz Morais | Voz e Ricardo Correia | Ukelele Baixo.

Fotografias de Catarina Nunes20anos musica na madeira

Programa “Casa das Artes” | RTP-Madeira, entrevista ao Rui Camacho no dia 01 de Janeiro de 2018.casadasartes

Concerto de Machetes e Violas, no dia 27 de Janeiro de 2018 na Sala de Atividades da Junta de Freguesia de Machico | Projeto do Grupo Machetes de Machim – Alunos de Machete, Braguinha, Rajão, Viola de Arame e Viola Baixo, em parceria com Associação Xarabanda e  o Grupo Folclore de Machico.

Fotografias de Catarina Nunes
Concerto Franco & Cordofones Madeirenses no dia 19 de Janeiro de 2018 no Teatro Municipal Baltazar Dias. Convidados | Vânia Fernandes e Vasco Freitas.

Grupo: Roberto Moniz | Machete, Lara Nunes | Rajão, Luís e Salvador França | Percussão, Vítor Filipe | Viola de Arame, Ricardo Correia | Ukelele Baixo e Carlos Vieira | Vocals.

Fotografias de Catarina Nunesfranco 19

Franco & Cordofones Madeirenses (novo projeto que liga a voz/música pop.rock de Franco aos Instrumentos Tradicionais Madeirenses), Programa Madeira Viva | RTP-Madeira no dia 16 de Janeiro de 2018.

Grupo: Roberto Moniz | Machete, Lara Nunes | Rajão, Luís e Salvador França | Percussão, Vítor Filipe | Viola de Arame, Ricardo Correia | Ukelele Baixo e Carlos Vieira | Vocals.

Fotografias de Catarina Nunesfranco madeira viva

No dia 14 de Janeiro, os madeirenses celebram o Santo Amaro e dedicam esta altura ao “varrer dos armários”. Trata-se de uma tradição popular que dita o fim das festas natalícias na Madeira, data em que as famílias desmontam o presépio e todas as decorações natalícias, partilhando e saboreando as últimas iguarias.

Foi no dia 14 de Janeiro de 2018,  “Varrer dos Armários”, mantém-se a tradição e juntos fizemos a festa.

Fotografias de Catarina Nunessanto283

Franco & Cordofones Madeirenses nas Festas de Santo Amaro 2018 em Santa Cruz no dia 13 de Janeiro de 2018.

Fotografias de Catarina Nunes

Ação de Sensibilização: Atividade prática de demonstração do Património Material e Imaterial da Música e Cordofones Madeirenses | ‘Projeto Educar para o Património’, na Escola Básica 123/PE Bartolomeu Perestrelo no dia 08 de Janeiro de 2018.

Lara Nunes e Roberto Moniz | Machete, Rajão, Viola de Arame.ação sensibilização

Início das gravações do 6.º Álbum discográfico do Grupo Xarabanda – “A Cantar se Contam Histórias” – Romances antigos e cantigas narrativas da tradição oral madeirense, dia 6 de Janeiro de 2018, na Sede da Associação Musical e Cultural Xarabanda.

O cancioneiro tradicional apresenta variadíssimos géneros que ao longo dos anos têm sido objeto de trabalho do Grupo Xarabanda. Neste próximo álbum, o grupo propõe-se registar e divulgar exemplificando algumas das formas narrativas de Contos, Romances, Feitos Heróicos, Tragédias, Revoltas, Lendas, entre as demais formas narrativas da nossa tradição.