Oficina Prática de Repentismo

A preservação da cultura tradicional deve partir da sua base e instrumentos de suporte essenciais. Um deles é a língua portuguesa e o modo como ela é praticada em termos culturais no nosso arquipélago, nomeadamente a poesia popular e a música tradicional, o outro, são nos instrumentos musicais que lhe estão associados, neste caso mais particular os Cordofones (Braguinha, Rajão e Viola de Arame).

Nas cantigas ao desafio, durante largos minutos, são abordados os temas como escárnio e maldizer, amor e ódio, fé e caridade, improvisando as rimas e respondendo, preferencialmente de forma divertida, ao outro cantador. As cantigas ao desafio assumem diferentes motes consoante o local, o ambiente e a origem dos improvisadores.

Oficina Prática de Repentismo que se realizou no dia 03 de Maio de 2015, na Casa do Povo de Santa Cruz, um evento integrado na 3ª Edição “Sons e Sabores” da Madeira.

Orientador: Mário André Rosado.